Descubra os Hábitos que Levam a Impotência

O corpo humano é como uma máquina e quando alguma parte não vai bem, pode impactar em todo o resto. Por isso que, muitas vezes, alguns hábitos de vida que parecem inofensivos, podem trazer uma série de consequências bem sérias para o seu bem-estar.

A sexualidade, por sua vez, é bem complexa e para que um homem consiga ter uma ereção plena, uma grande variedade de sistemas do organismo são exigidos.

Além dos problemas físicos, também é preciso considerar os problemas de ordem psicológica, pois também causam uma grande influência no desempenho sexual. Lembrando que se você sofre de disfunção erétil, existem produtos como o urogun que ajuda melhorar o desempenho sexual, se você não conhece esse produto, acesse urogun prezzo e veja qual kit é o mais adequado para você.

Dito isso, vamos conhecer alguns fatores e hábitos que podem levar ao desenvolvimento de um quadro de impotência sexual:

  1. Alcoolismo

O álcool é um componente muito dubio pois, que pode despertar diferentes reações de acordo com a quantidade e o momento.

Isso porque beber um pouquinho pode ajudar o corpo a relaxar e até mesmo estimular, diminuindo algumas barreiras de inibição que atrapalham na hora do sexo.

Alguns homens se sentem até mais excitados, com desejo sexual aflorado, como ocorre especialmente com algumas bebidas, como o vinho.

Contudo, quando passa de um determinado limite, o consumo excessivo de álcool pode sim atrapalhar, pois diminui a sensibilidade e pode impedir de ter uma ereção.

Mais do que isso, à longo prazo, o consumo de álcool também causa prejuízos a diversos sintomas do corpo, podendo provocar um caso de impotência prolongada.

  1. Tabagismo

O cigarro afeta especialmente o sistema cardiovascular, que é essencial para que haja uma ereção completa. Isso porque o fluxo de sangue precisa ser devidamente direcionado para a região pélvica para que o pênis possa ficar pronto para a penetração.

Ao longo do tempo, o hábito de fumar pode estreitar as artérias e torná-las mais rígidas, dificultando a passagem do sangue.

Com isso, a distribuição do sangue para a região pélvica fica diminuída e pode ocorrer dificuldade de ereção.

  1. Não cuidar da saúde

Não praticar atividade física, estar acima do peso, ter condições pré-existentes sem controle, se alimentar mal e outros também podem influenciar no desempenho sexual.

Isso porque, como já foi explicado, são inúmeros sistemas envolvidos em uma ereção. Por isso, é importante cuidar para que todos funcionem corretamente, mantendo a saúde em dia.

Sabendo isso, fica mais fácil mudar os hábitos que podem levar ao desenvolvimento de um problema de disfunção erétil!